MarchaMundialdasMulleresnaGaliza

Cambiar o mundo para cambiar a vida das mulleres, cambiar a vida das mulleres para cambiar o mundo

Crônica do colóquio do 30 de Junho na Corunha PDF Imprimir Correo-e
Escrito por Marcha Mundial das Mulleres na Galiza   
Venres, 09 Xullo 2010 20:30

No mesmo dia em que as nossas companheiras europeias criavam comunidade em Istambul, nós, na Corunha, também quigemos continuar com um trabalho de já uns meses em que pretendemos abrir processos de transformaçom, espaços de debate, reflexom e açom de grupos de mulheres e movimentos de base da nossa cidade a partir do feminismo.

De mui diferentes perspetivas falámos sobre as violências locais e globais que o machismo, o racismo, o patriarcado e, em definitivo, um sistema injusto e desigualitário como é o capitalismo, está a exercer de forma estrutural especificamente sobre as mulheres em diferentes tempos e situações da sua vida, e de forma geral sobre o resto da sociedade.

As interconexões entre o Sul e o Norte, que estivemos a experimentar diferentes coletivos através do trabalho em rede e propostas de palestras na nossa cidade nos últimos meses, som imprescindíveis para desfazer as estruturas que nos separam, que nos paralisam e que nom nos deixam viver em harmonia. O pulo que representa para a Europa, para a Galiza a força, determinaçom e clareza de objetivos e estratégias das mulheres do sul, faz-nos acordar do sono profundo em que o neoliberalismo nos tem submersas.

As violências locais e globais estám unidas e assim consideramos o feminicídio, a problemática a que se enfrentam as mulheres migrantes, as guerras e conflitos armados, a exploraçom do corpo da mulher, a exploraçom dos recursos energéticos... como problemas que nos afetam a todas, e assim como as violências estám unidas, também a resistência e luita contra elas tem de ser unida. 

A formaçom política, a memória história, os afetos, o contacto físico e as novas experiências, os espaços de aprendizagem, debate e açom, o divertimento, as novas tecnologias, a rede, a transversalidade, a legislaçom, a quotidianeidade das luitas, a visibilizaçom do feminismo na rua, os processos de base de mulheres, a tranformaçom dos movimentos sociais, o reconhecimento dos contributos de todos os feminismos, do institucionalismo até o transfeminismo, todo isto, e muito mais, conformam as bases sobre que se irá construindo umha comunidade feminista, livre e afetiva contra as violências machistas.

O processo de encontros iniciados neste mês de junho, tenciona continuar no futuro, tratando temáticas mais concretas a partir dalgumhas já geradas neste primeiro colóquio. Continuará a ser um espaço aberto para todas as que queiram participar e aberto também a propostas e dinamizações diversas.

Participarom Acsur, Corrente Vermella, Isca, Maribolheras Precárias, Nós-UP e representantes do Colexic de Educadoras Socias, Asociación galego-portuguesa de educación pola paz, da Universidade da Corunha e da Marcha Mundial das Mulheres, e mulheres em caracter individual.

Última actualizaciónfeita en Venres, 09 Xullo 2010 21:02
 

Participa!

unete.png

Opinión - Debate

A Viñeta

A MMM en Twitter

Perfil no Facebook de Marcha Mundial Mulleres Galiza

Enlaces Web











Banner Apoio:



Coloca un na túa páxina web !

Campañas:

cartazrumboagaza.jpg

4accion.png

fotocool_web.png

pgda.jpg

Cartel
Cartel

Publicacións:

tribunal_acusacion.jpg marchabrazil.jpg novasfeministas.jpglibroaiiiaccioninternacional.png portada_aborto.jpg24maio.png

Descargas:

Organizacións que integran a MMM:

NACIONAL
ADEGA [ir]
Andaina, Revista Galega de Pensamento Feminista [ir]
Anova [ir]
BNG - Comisión de Mulleres [ir]
Cerna [ir]
CC.OO - Secretaría da Muller [ir]
Esquerda Unida - Área da Muller [ir]
Forum Galego de Política Feminista [ir]
Galiza Nova - Asemblea de Mulleres [ir]
MÁMOA, Asociación Galega Pro Lactancia Materna
Mulleres Cristiás Galegas
Sindicato Labrego Galego - Secretaría das Mulleres [ir]
STEG - Asemblea de Mulleres [ir]
Xuventude Comunista [ir]
VIGO
AREA LOURA – Mulleres do Val Miñor
Asociación multicultural de mulleres [ir]
Colectivo Violeta
Dorna
Federación Veciñal Eduardo Chao - Vocalía da Muller [ir]
FIGA (Feministas independentes Galegas) [ir]
Mulleres Progresistas de Vigo [ir]
Nós Mesmas [ir]
Rede de Mulleres Veciñais Contra os Malos Tratos [ir]
FERROL
Fuco Buxán [ir]
Lefre de Caldereta [ir]
USTG - Departamento da Muller [ir]
PONTEVEDRA
Asemblea de Mulleres de Pontevedra
COMPOSTELA
LIBERANZA, Asociación de Promoción da Muller
COSTA DA MORTE
Buserana
A MARIÑA
Observatorio da Mariña pola igualdade [ir]

Organizacións que colaboran coa MMM:

Mulleres Nacionalistas Galegas [ir]

Usa software libre

Cartel

Quen está en liña?

Temos 58 convidados en liña